fbpx
Resgata Gás

Você é síndico e quer saber se o seu condomínio tem valores a receber da Comgás?

Faça a sua inscrição aqui e descubra como você pode reaver valores desde a época da implantação do seu condomínio!

Inscreva-se

Faça a sua inscrição aqui e descubra como você pode reaver valores desde a época da implantação do seu condomínio!

Conheça nosso trabalho

Sobre a Resgata Gás

SíndicoLab fecha parceria com Resgata Gás para que condomínios  recebam valores da Comgás

Muitos condomínios da cidade de São Paulo receberam uma boa notícia por carta, nos últimos meses: eles teriam direito a um reembolso por parte da Comgás – uma devolução de valores a receber.  Muitos síndicos ficaram sem entender se era golpe, ou se era algo sério.

A partir disso, o SíndicoLab foi pesquisar no mercado e encontrou a solução “Resgata Gás”, um projeto desenvolvido pelos auditores Danilo Oliveira e Flavio Alves, CEOs da empresa, voltado exatamente para isso: para fazer a cobrança de valores recebidos indevidamente pela Comgás nos últimos dez anos.

“O projeto nasceu há cerca de três anos, com a necessidade de se cobrar aquilo que é devido para os condomínios”, explica Danilo.

Com base em cálculos feitos após estudos técnicos, a empresa consegue analisar o consumo correto do condomínio, e quanto a mais foi cobrado do empreendimento.

SíndicoLab fecha parceria com Resgata Gás para que condomínios  recebam valores da Comgás

Muitos condomínios da cidade de São Paulo receberam uma boa notícia por carta, nos últimos meses: eles teriam direito a um reembolso por parte da Comgás – uma devolução de valores a receber.  Muitos síndicos ficaram sem entender se era golpe, ou se era algo sério.

A partir disso, o SíndicoLab foi pesquisar no mercado e encontrou a solução “Resgata Gás”, um projeto desenvolvido pelos auditores Danilo Oliveira e Flavio Alves, CEOs da empresa, voltado exatamente para isso: para fazer a cobrança de valores recebidos indevidamente pela Comgás nos últimos dez anos.

“O projeto nasceu há cerca de três anos, com a necessidade de se cobrar aquilo que é devido para os condomínios”, explica Danilo.

Com base em cálculos feitos após estudos técnicos, a empresa consegue analisar o consumo correto do condomínio, e quanto a mais foi cobrado do empreendimento.

 

COMO COMEÇOU A RESGATA GÁS

“Tudo começou quando fui chamado por um síndico para fazer uma auditoria específica de contas – com foco na conta de gás. Fui estudar como funciona o sistema de gás para poder fazer aquela auditoria. Nós identificamos que a forma fracionada usada pela Comgás para cobrar os condomínios vem penalizando os empreendimentos”, pontua Danilo.

O problema, de acordo com o CEO é que, quando há três, quatro medidores de gás no condomínio, e o consumo global do empreendimento é de 8 mil metros cúbicos, o mesmo acaba pagando mais do que esse total – já que, quanto maior o consumo, menor é o valor do metro cúbico consumido.

 “Em 2019, nós iniciamos o projeto, conseguindo o ressarcimento para diversos empreendimentos. Depois, veio a pandemia e não conseguimos acesso  à Comgás pelos seus canais de atendimento. Entramos em contato também com a Arsesp (Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de São Paulo) – que deveria regular e fiscalizar esse tipo de situação”.

Agora, em 2022, a Comgás tomou a iniciativa de devolver esses valores para os condomínios usando essas notificações por carta.

“Alguns condomínios já receberam essa carta, que informa que a empresa está notificando o sistema de pagamento – corrigindo algo que há três anos nós apontamos. E estão devolvendo o dinheiro dos condomínios”, ensina Danilo.

DIREITOS DO CONDOMÍNIO COMO CONSUMIDOR

A notificação recebida pelos condomínios atualmente engloba um período de cinco anos. A ideia da Resgata Gás, porém, é dividir a cobrança da Comgás em duas etapas.

“A primeira, é essa mesma: dos últimos cinco anos para hoje, atualizado. A segunda fase é cobrar desde a implantação do condomínio até cinco anos atrás, tudo de acordo com o Código de Defesa do Consumidor”, explicou.

FORMA DE PAGAMENTO RESGATA GÁS

Contratar os serviços da Resgata Gás não representa custos para o condomínio. A empresa cobra, porém, um percentual do que for ganho da Comgás.

“É uma forma de não onerar ainda mais o condomínio, e o síndico sabe que está indo atrás dos direitos dos condomínios”, analisa Rafael Bernardes, co-fundador do SíndicoLab.

Se você é síndico e seus condomínios são em São Paulo,  e ficou interessado em reaver um dinheiro que o seu condomínio já gastou, sem custos, não deixe de entrar em contato com a Resgata Gás por aqui. Faça o seu cadastro!

*O quadro Soluções SíndicoLab é um quadro audiovisual do portal SíndicoLab, que você confere aqui, no Instagram da SíndicoLab e no nosso Canal SíndicoLab no Youtube.

* A Resgata Gás é uma empresa parceira do SíndicoLab. Aqui, nós sempre seremos transparentes com os nossos leitores sobre conteúdos como publieditoriais, como este, por exemplo.

Rolar para cima