fbpx
Quem é o síndico? Com Roberta

Quem é o síndico? Com Roberta Lanza

 

O “Quem é o síndico?” dessa semana traz uma gestora que é pura simpatia. Roberta Lanza tem 44 anos e está há 15 no mercado condominial. Atualmente, ela cuida de quatro condomínios. Ela é advogada por formação e conta com pós-graduação em Direito Condominial e Imobiliário. Atualmente é pós graduanda em gestão de sustentabilidade em condomínios.

Começando no mercado condominial

Roberta conta que começou como a grande maioria dos síndicos profissionais: trabalhando no condomínio onde morava.

“Logo depois disso, eu me mudei de condomínio. E, nesse condomínio onde fui morar, a gestão também era feita por síndico profissional. Estava em época de eleição e o pessoal pediu para eu participar – eu já havia comentado que já tinha sido síndica. Topei o convite, mas avisei que participaria como síndica profissional”, relembra ela.

Foi nessa época que ela abriu sua empresa de sindicatura profissional – e foi eleita no condomínio onde reside e administra até hoje.

“Esse foi o ponto de partida para que os moradores me indicassem para os condomínios onde eu sou síndica hoje”, conta ela.

Dicas para quem está começando no mercado condominial

Estar próximo dos moradores e condôminos é algo fundamental para Roberta.

“Eu acho que isso é essencial. Nenhum condomínio é igual ao outro. E para você fazer um bom trabalho, você tem que saber a opinião daqueles que moram lá dentro, para você poder direcionar o seu trabalho”, opina ela.

Cuidando da inadimplência

Roberta tem um diferencial muito interessante no exercício de sua sindicatura: nos quatro condomínios administrados por ela, a inadimplência é zero.

“Se eu tive uma ação judicial por inadimplência em toda a minha vida profissional, foi muito. Porque a partir do momento que você tem essa proximidade com o condômino, que você o conhece, há também a liberdade de ele vir até você e explicar a situação dele. E, da mesma forma, de você ir lá e perguntar como você pode ajudar – e como ele pode ajudar o condomínio”, pondera ela.

A síndica profissional acredita que esse tipo de relacionamento, de trazer o condômino para perto, faz toda a diferença, e é o que impacta para que ela não enfrente inadimplência em seus condomínios.

“ Qualquer um que está devendo um mês, quando vira o mês, eu ligo, chamo, e converso. ‘Como a gente pode fazer?’. Isso faz toda a diferença”, aponta a síndica profissional.

Erros que colaboraram para o crescimento

Para Roberta, seu maior erro foi quando era síndica moradora e ainda não apostava nessa proximidade com os moradores.

“Eu quis abraçar o mundo e fazer a minha gestão sozinha. Só que a gente não consegue fazer uma gestão legal sozinha, sem a opinião das pessoas que moram ali, para você conseguir direcionar o seu trabalho. Então, acredito que não ouvir a opinião dos outros foi meu maior erro”, explica ela.

Um dia comum na empresa de sindicatura de Roberta Lanza

Ela ri e conta que “síndico não tem dia comum”.

“Eu não tenho uma rotina de acordar, responder e-mail e depois sair, fazer as visitas. Como cada condomínio é diferente, a gente não consegue ter uma rotina de trabalho. Tem dias que faço as visitas primeiro, outros eu começo respondendo e-mail”, exemplifica a síndica profissional.

Saiba mais no vídeo abaixo!

Confira os últimos quadros do “Quem é o síndico?”:

 

O quadro “Quem é o síndico?” é uma produção audiovisual do SíndicoLab

O “Quem é o Síndico” é um formato audiovisual desenvolvido, gravado e editado pelo SíndicoLab.

Quem é o síndico? Com Roberta LanzaCurta nosso YouTube

Curta nosso InstagramCurta nosso Instagram

Curta nosso FacebookCurta nosso Facebook

Quem é o síndico? Com Roberta LanzaCurta nosso LinkedIn

Quem é o síndico? Com Roberta Lanza Confira nosso Site

Quem é o síndico? Com Roberta

Compartilhe com seus amigos

Artigos

Inscreva-se nos cursos SíndicoLab Play!

Colunistas SíndicoLab

Assuntos

Artigos relacionados