Quem é o síndico?

 

No terceiro episódio da websérie “Quem é o síndico”, do SíndicoLab trouxemos a síndica profissional Ligia Ramos, responsável pela D’Accord de sindicatura profissional. Ela, que já está bastante presente aqui no SíndicoLab, na coluna semanal “SíndicoLab Responde”, agora divide um pouco da sua trajetória profissional e suas dicas para quem está começando na sindicatura.

Saiba mais

Ligia teve o mesmo ponto de partida de diversos síndicos profissionais. Começou onde morava, porque queria cuidar melhor daquele patrimônio. Antes, ainda foi subsíndica por alguns anos.

“Eu acho que também gosto um pouco de política. Fui presidente de clube e do setor acadêmico da Unicamp. Tem coisas que a gente traz no sangue mesmo”, aponta ela.

Arquitetanto a empresa de sindicatura profissional

A D’Accord, explica ela, nasceu da vontade de unir os conhecimentos técnicos de arquiteta – formação da Lígia – com a vontade de colaborar com o coletivo.

“Somos arquitetos, viemos também da engenharia, e é com esse olhar que a gente cuida das nossas famílias e dos empreendimentos que a gente administra”, explica ela que atua no mercado condominial há 20 anos, mas está há 16 com a D’Accord. Hoje, cuida de 20 empreendimentos.

Ela começou prestando serviços de arquitetura para condomínios – e se encantou pela tarefa.

“Fizemos muito retrofit, muitas fachadas na Avenida Faria Lima, por exemplo. Também fizemos muitas ressignificações de espaços. Às vezes, em prédios antigos, você tem uma biblioteca. Ninguém mais, quase, tem livro físico – e o prédio tem um andar inteiro que era uma biblioteca. Conseguir visualizar o que pode ser feito,  de uma maneira que seja adequado tanto para a edificação, quanto para dar sentido aquele local. Saber dosar o que vai ser bom para o empreendimento e, é claro, para os moradores do local”, explica ela.

Um bom exemplo sobre ressignificar ambientes é a Sala São Paulo – uma antiga estação de trem que virou uma sala de concerto com fama internacional.

“O síndico também pode ter esse olhar de ‘esse lugar perdido aqui, o que eu faço para oferecer mais aos meus condôminos?’”, argumenta Ligia.

O que faz um bom síndico profissional?

quem e o sindico

Para Ligia, os síndicos profissionais que se diferenciam no mercado apresentam conteúdo e conhecimento técnico.

“ Muitos grandes síndicos que a gente vê mercado, e eu sou fã de vários, são especialistas em alguma coisa. Grandes síndicos advogados, que conhecem profundamente a legislação. É muito importante que você tenha um gancho forte”, aponta ela.

Ligia aponta também para a importância da entrega ao se tornar síndico profissional.

“Se você não tem entrega, não tem resultado. Quer começar a ser síndico? Estude. Você sabe como são as áreas técnicas do condomínio? Como funciona o gerador? O que é uma bomba de recalque? O que é uma válvula redutora de pressão? O que muda na voltagem de um condomínio? A gente precisa entender tudo isso para poder, depois, atacar o problema de frente. Até para poder contratar adequadamente um prestador de serviço, se não você é enganado”, alerta a síndica.

Erros que ajudaram no crescimento como síndica profissional

Errar faz parte de todo o processo de crescimento, seja ele pessoal ou profissional. Ligia esclarece como ainda pode melhorar em uma área que é um desafio para muita gente: na inteligência emocional.

“Acho que um erro que cometi bastante, e uma dificuldade que eu tenho até hoje, é em ser política. A inteligência emocional ainda é uma das que me faltam. Meu excesso de sinceridade, às vezes eu acho que não falo nada, mas a minha cara ‘entrega’. Muitas vezes tive que sair de empreendimentos em que estava tudo legal, porque o condômino se sentiu afrontado”.

A série “Quem é o síndico” é uma produção audiovisual do SíndicoLab .

Para assistir ao conteúdo clique aqui

Quem é o síndico?

 

Compartilhe com seus amigos

Artigos

Inscreva-se nos cursos SíndicoLab Play!

Colunistas SíndicoLab

Assuntos

Artigos relacionados

Rolar para cima