fbpx

O “me engana que eu gosto” em condomínios

 

É fácil ou difícil entrar no seu prédio sem autorização de morador? Se você reside em prédio, qual sua opinião em relação ao seu local de moradia em relação a segurança?

Trabalho com segurança condominial há mais  de 22 anos e posso garantir que a maioria dos edifícios não têm, infelizmente, controle efetivo de quem entra e sai.

Para demonstrar de forma simples minha afirmação, cito o exemplo do ocorrido no mês passado com um amigo que mora no bairro de Moema/SP e que estava revoltado com a atitude da ex-namorada.

Após terminar o relacionamento, a moça insistia em procurá-lo, culminando com uma cena grotesca no hall de seu andar. Mesmo sem autorização de ingresso ao prédio, a mulher conseguiu entrar pela portaria, pois o porteiro já estava acostumado a liberar sua entrada por quase dois anos. Ela subiu ao apartamento do meu amigo, e como ele não a atendeu, protagonizou a baixaria com gritos, berros e chutes na porta. O problema foi tão sério que houve necessidade de acionamento de guarnição da policia militar para acalmar os ânimos da mulher e retirá-la do local.

Na semana anterior fiquei sabendo de ocorrência do mesmo tipo de problema, agora num condomínio no bairro de Vila Mariana/SP. Um rapaz de 29 anos, inconformado com o término repentino do relacionamento por parte da noiva, resolveu tirar satisfações indo até sua residência. O porteiro, atento, o barrou, pois já havia recebido ordens para não permitir sua entrada.

Inconformado, o homem retornou três dias depois, quando estava outro porteiro e aproveitando o ingresso de uma moradora idosa, entrou na “carona” dela, sendo que o funcionário nada percebeu e liberou o segundo portão da clausura de pedestres para ambos.

Ao ver o ex-noivo esmurrando a porta de seu apartamento, apavorada, a moça acionou imediatamente o zelador. Moradores das unidades vizinhas foram ver o que estava acontecendo. Após cerca de meia hora, um grupo de pessoas conseguiu convencer o rapaz a ir embora.

Caro leitor, a conclusão é simples e serve de alerta para síndicos e gerentes prediais de todo Brasil.

Se qualquer pessoa consegue penetrar sem muita dificuldade em portarias de edifícios para tentar resolver problemas amorosos, imagine criminosos com vontade de promover arrastão..

Faço um alerta a síndicos e moradores!

O fato de seu condomínio nunca ter sido assaltado, não quer dizer que seja seguro, do mesmo modo que uma pessoa que não está doente pode não ser saudável.

É comum a pessoa que mora ou administra um prédio acreditar que o local é seguro, mesmo sabendo que várias pessoas acabam entrando no dia a dia pela portaria sem ter autorização efetiva de morador.

Isso me faz lembrar da expressão antiga “me engana que eu gosto”. Tapar o sol com a peneira, não é o melhor caminho, pois abrimos espaço para que o pior aconteça.

Para provar o que estou falando, anos atrás criei equipe de jovens para testarem a segurança de condomínios residenciais e comerciais. A ideia surgiu pois síndicos queriam ter certeza do nível de segurança da entrada de pessoas e veículos do local que administravam.

Em média, minha equipe conseguia entrar, com extrema facilidade, em 55% dos prédios. Quando, eventualmente, éramos barrados, voltávamos na semana seguinte com estratégias mais elaboradas, e assim conseguíamos entrar em mais 26% dos prédios. Após a penetração, um integrante da equipe de “teste de intrusão” em edifícios perambulava pelo local por cerca de 20 a 30 minutos, tirando algumas fotos para depois serem mostradas aos síndicos. Após esse período, saiam tranquilamente sem que os porteiros suspeitassem de nada.

O mais interessante é que os administradores que nos contratavam não se mostravam surpresos, ficou evidente que queriam apenas materializar as falhas no controle de acesso de pessoas e autos para mostrar aos moradores e assim conseguir quórum para fazer os investimentos necessários em equipamentos físicos e eletrônicos de segurança e capacitação dos colaboradores.

 

Jorge Lordello é especialista em segurança patrimonial e condominial. Na mídia é conhecido como Dr. Segurança

O "me engana que eu gosto" em condomíniosCurta nosso YouTube

Curta nosso InstagramCurta nosso Instagram

Curta nosso FacebookCurta nosso Facebook

O "me engana que eu gosto" em condomíniosCurta nosso LinkedIn

O "me engana que eu gosto" em condomínios Confira nosso Site

O "me engana que eu gosto" em condomínios

O “me engana que eu gosto” em condomínios

 

Compartilhe com seus amigos

Artigos

Inscreva-se nos cursos SíndicoLab Play!

Colunistas SíndicoLab

Assuntos

Artigos relacionados