fbpx

Curso de manutenção predial impacta a vida de mulheres

 

Primeira edição de curso de manutenção para mulheres terminou com participantes encaminhadas para vagas de trabalho

 

Um dos processos mais importantes para que um condomínio seja um local seguro de se viver é a manutenção predial. A estrutura, as prevenções e o bem-estar só estão garantidos com uma gestão condominial que entende a importância de um manutencista.

E sempre que pensamos na ideia de manutenção o que vem à nossa cabeça é  a imagem masculina. E e este mercado é realmente dominado pela figura do homem. Mas isso já vêm mudando!

Recentemente, o primeiro curso de manutencista predial se tornou uma realidade, e suas duas primeiras turmas foram, exclusivamente, cursadas por mulheres.

 

O que é a manutenção predial?

 

O universo da manutenção é fundamental para diversos mercados e  tipos de trabalho, e isso não fica para trás quando falamos sobre os condomínios. Este trabalho dentro dos empreendimentos é baseado em uma junção de atividades técnicas e administrativas para levar saúde, segurança e conforto aos usuários do prédio, valorizando assim o seu patrimônio.

A manutenção predial se fez mais presente nos últimos tempos por conta do número de acidentes e incidentes que vemos em condomínios, além da demanda dos moradores destes tipos de residencial por um local assistido e organizado.

É um mercado abrangente e exigente, onde profissionais lutam por um espaço no entendimento de todos e batalham para profissionalizar cada vez mais o processo. E foi a partir destes fatos que Felipe Lima, manutencista predial e idealizador do curso para manutencistas, começou a materializar a formação destes técnicos.

Curso de manutenção predial impacta a vida de mulheres

Estudante realizando solda durante o curso de manutenção

 

O curso de manutenção predial

 

O curso ministrado por Felipe Lima e outros especialistas teve como objetivo proporcionar aos alunos uma formação prática e completa na área de manutenção predial. Segundo ele, a ideia era criar um ambiente de aprendizagem que reproduzisse as condições reais de trabalho, para que os alunos pudessem aprender na prática tudo o que precisam para atuar com competência no mercado.

 

Escassez de mulheres no setor de manutenção

 

Com a iniciativa de capacitação, espera-se que ainda mais profissionais sejam qualificadas para atuar na manutenção predial. Felipe Lima relata que refletiu sobre como este era um mercado escasso de mulheres em uma conversa casual, nos bastidores da gravação de um podcast, com Ronaldo Brito, gerente corporativo na Ambev. Essa ideia foi fortalecida já que Ronaldo já havia sinalizado para a sua equipe, de diversas regiões diferentes, para que verificassem essa ausência feminina no setor de manutenção.

O gerente corporativo da Ambev conta que o setor comercial sempre foi cheio de mulheres e a manutenção totalmente tomada pelos homens, e os respaldos das diferentes coordenações regionais, solicitados por ele, foram regados de um machismo estrutural e do velho discurso de que a manutenção demanda um porte físico que a mulher não tem. E foi a partir daí que ele se deu conta de que essa realidade devia ser mudada o quanto antes.

 

Como me inscrever no curso de manutencista predial?

 

Como as duas primeiras turmas do curso foram patrocinadas, Felipe Lima informou que a terceira turma do curso será aberta para o mercado em meados de 2024. Por enquanto, as turmas seguirão como exclusivas para a Ambev por conta do projeto de capacitação das mulheres neste nicho.

 

E como mudar essa realidade na prática?

 

É mais do que necessário compreender que a igualdade de gênero é mais do que necessária, não só neste nicho de manutenção, mas em toda a sociedade. E foi isso que Ronaldo Brito fez, como gerente corporativo colocou a mão na massa e afirmou que a Ambev compraria as duas primeiras turmas do curso para a capacitação exclusiva de mulheres, e para concretizar um exemplo dos seus objetivos, já empregou estudantes do curso em sua empresa.

Evania Felix era funcionária de um restaurante e trabalhava por muitas horas com óleo quente e as adversidades do ramo de alimentação rápida. E, agora, trabalha no setor de manutenção da Ambev e nos relatou que o curso a incentivou e, além de ter gostado muito dos aprendizados, está gostando ainda mais da rotina de trabalho:

‘’A minha ficha ainda não caiu, e o objetivo é o aprendizado!’’.

Mais uma de nossas entrevistadas foi a Ana Gabriela Silva. Ela já trabalhava na Ambev e teve a oportunidade de crescimento de carreira a partir da realização do curso:

‘’Vi muitas coisas que ainda não havia estudado, com certeza o curso contribuiu para expandir, não só os conhecimentos, mas também a prática’’.

Curso de manutenção predial impacta a vida de mulheres

Grupo de estudantes do curso de manutenção

 

E graças aos esforços de pessoas que pensam como o Felipe e o Ronaldo, a capacitação de mulheres para a manutenção predial é uma realidade cada vez mais presente.

A partir da iniciativa da formação destes profissionais, a manutenção predial ganha um novo horizonte, enriquecendo a mão de obra deste nicho e trazendo uma visão mais ampla e inclusiva para o mercado, enquanto a capacitação de mulheres para atuar na área traz uma mudança de paradigmas e fortalece a presença feminina em um setor dominado por homens.

A valorização da manutenção predial como um trabalho essencial para a segurança e conforto dos moradores de condomínios e edifícios é um passo importante para o desenvolvimento de um mercado mais profissional e preparado para enfrentar os desafios da vida urbana. A expectativa é que cada vez mais empresas e instituições invistam na formação de profissionais qualificados para atuar no setor, reconhecendo a importância deste trabalho para a valorização do patrimônio e para a qualidade de vida das pessoas que vivem em condomínios e edifícios.

E é claro que os condomínios agradecem, não é mesmo? Seja pela mão de obra qualificada ou pelo investimento na equidade de gênero, já que estes são temas que influenciam as rotinas nos empreendimentos e devem ser cada vez mais incentivados no nosso dia a dia e na rotina dos mercados a nossa volta!

Por Felipe Franco, redator do SíndicoLab

Curso de manutenção predial impacta a vida de mulheres

Compartilhe com seus amigos

Artigos

Inscreva-se nos cursos SíndicoLab Play!

Colunistas SíndicoLab

Assuntos

Artigos relacionados