fbpx

Por Ruy Rodrigo Vieira*

Temos nos deparado com diversas situações inusitadas neste período de chuvas fortes, e nos preocupa muito as consequências e a ausência de cobertura nos seguros de condomínio.

Antes de iniciar fica a dica: avalie suas calhas. Observe se há resíduos de sujeiras, seja por folhas de árvores ou até mesmo pipas após o período de férias. Algumas seguradoras ofertam gratuitamente o serviço de assistência que realiza a limpeza das calhas. Ou seja, o preventivo elimina prejuízos aos condomínios.

Importante observar os pontos de infiltrações nos condomínios, onde sem dúvida, neste período, veremos as inflitrações intesificadas, podendo causar severos prejuízos pela queda de água em componentes elétricos e danos ao imóvel – o que deve se desdobrar em diversos danos para o empreendimento e muitas providências a serem tomadas pelos síndicos.

Poda de árvore também é um assunto delicado e complicado, já que para efetuar a mesma, é necessária a autorização da prefeitura. Ainda há o complicador de que, com a intensidade das chuvas, o solo fica encharcado e as árvores chegam a triplicar de peso, podendo tombar e causar assim diversos danos

Usei os três exemplos acima para chamar a atenção da necessidade de realizar as manutenções e cuidados preventivos. Esse tipo de evento de dano não está previsto em cobertura securitária nas apólices de seguro. E porque não estão cobertos?

Esse tipo de situação não está contemplada na sua apólice de seguro por não se tratar de evento de origem súbita e imprevista – além de ser decorrentes, em sua grande maioria, de falta de manutenção preventiva, ficando o prejuízo e demais ônus para o condomínio e para o síndico.

Um bom caminho para evitar esse tipo de dano é escolher deforma sábia a seguradora e qual a cobertura a ser contratada. Também é essencial haver atenção específica se o serviço de assistência contempla a limpeza de calhas.

Para o caso de queda de árvores é imperativo que exista a contratação de cobertura ampla, além de efetuar leitura atenta das exclusões contratuais se a seguradora eleita excluirá o evento específico de danos por chuva.

*Ruy Rodrigo Vieira é corretor de seguros especializado em seguro de condomínio. É o idealizador do projeto “Síndico Seguro Sabe Tudo”.

Compartilhe com seus amigos

Artigos

Inscreva-se nos cursos SíndicoLab Play!

Colunistas SíndicoLab

Assuntos

Artigos relacionados

Rolar para cima