fbpx

 

Acesso de veículos em condomínios via reconhecimento facial

segurança biometria condomínio
segurança biometria condomínio

Por Rodrigo Sanches*

Controlar o acesso de veículos e motocicletas sempre foi um desafio para a grande maioria dos condomínios. Na prática, o objetivo é identificar/reconhecer os veículos dos condôminos e impedir a entrada de veículos estranhos. Mas qual procedimento e tecnologia é mais eficaz neste controle?

Dentre as tecnologias mais desejadas do momento, o sistema de reconhecimento facial é sem dúvidas a maneira mais conveniente e tecnológica para o reconhecimento do condutor do veiculo. Porém, algumas barreiras impediram que essa tecnologia ganhasse espaço no mundo condominial, tais como: alto custo para implantação, baixo desempenho quando exposto ao sol, falta de iluminação (período noturno), mudanças na fisionomia do usuário (barba, ganho de peso e corte de cabelo), utilização de óculos, bonés, chapéus e outros adereços.

Mas esse cenário mudou completamente, em meados de 2020 por conta do Covid 19 as biometrias por impressão digital começaram a ser rejeitadas pelo mercado como um produto que poderia disseminar o contágio. Fabricantes de biometrias do mundo todo sofreram uma queda brutal em suas vendas. Nascia, então, uma nova era para o mercado da segurança: o início da popularização dos sistemas de reconhecimento facial.

A corrida das gigantes chinesas trouxeram ao nosso mercado um produto completamente novo, chamados de Reconhecimento Facial 3D. São leitores com grande poder de processamento e inteligência artificial capazes de reconhecer múltiplos usuários com taxa de assertividade superiores a 98%. Assim, aqueles problemas já conhecidos da tecnologia passada foram vencidos. Veja abaixo as principais características que tornam os leitores faciais 3D a melhor solução para o controle de acesso de veículos:

  • Identificação de alta velocidade 1 segundo com taxa de acuracidade de até 98%;
  • Identificação mesmo com baixa iluminação;
  •  Sistema WDR que compensa a iluminação solar quando exposto ao tempo ;
  •  Algoritmo com inteligência artificial capaz de distinguir um rosto “fake” através de imagens estáticas ou vídeo, para evitar fraude no reconhecimento do usuário;
  •  Graças ao seu poderoso processador e inteligência artificial o sistema consegue mapear e identificar o usuário mesmo com 35% do rosto coberto, exemplos como; óculos de grau/sol, chapéu, boné, mascara e corte de cabelo;
  • A câmera do leitor facial pode ser visualizada através de um smartphone ou computador via nuvem, criando mais um canal de monitoramento de imagem;
  • O leitor também possui sistema de comunicação Intercom, podendo ser utilizado para atendimento com áudio e vídeo (vídeo porteiro);

Conveniência:

Diferente de outras tecnologias que obrigam os usuários a portarem cartões de acesso, digitar senhas, tocar o equipamento para leitura da impressão digital, os leitores faciais oferecem uma facilidade única. Promovem uma identificação rápida, segura e conveniente, totalmente sem contato físico com superfícies, recurso muito importante para o momento que estamos enfrentando com a covid-19.

Mesmo após a pandemia de covid-19, o contato com superfícies deve ser cada vez menor. Tecnologias que suportem isso sairão na frente.

Dupla Checagem (Double-check):

Para condomínios que possuem clausuras, compostas por 02 portões ou cancelas, a melhor solução segundo o nosso especialista Rodrigo Sanches, é a combinação do sistema de TAG RFID de longo alcance – uma etiqueta adesiva com chip eletrônico embarcado que deve ser colada no para-brisas de cada veiculo. A identificação acontece automaticamente pela aproximação do veiculo, gerando a abertura rápida da primeira barreira (portão ou cancela) e a segunda barreira através do reconhecimento facial do condutor do veiculo. Assim, esse processo garante um excelente nível de segurança e controle de acesso.

Assim como fez o Condomínio Residencial Vertical House, localizado no bairro do Tatuapé, após ter vivenciado uma situação de risco, por falta de recursos tecnológicos, decidiu investir no controle de acesso por reconhecimento facial 3D.

Veja no vídeo abaixo;

Acesso de veículos em condomínios via reconhecimento facial

 

Já conhece o nosso canal no youtube? Siga a gente por lá!

Compartilhe com seus amigos

Artigos

Inscreva-se nos cursos SíndicoLab Play!

Colunistas SíndicoLab

Assuntos

Artigos relacionados

Rolar para cima